Acompanhe nas redes sociais

blog

11

| março

2016

FRENTE PARLAMENTAR MISTA DE MANUTENÇÃO DAS UNIDADES DE SAÚDE É LANÇADA EM BRASÍLIA

 

A Frente tem como foco o diagnóstico das prioridades da saúde e suas respectivas soluções.

 

Foi lançada nesta quarta-feira (09/03) a Frente Parlamentar Mista de Manutenção das Unidades de Saúde, presidida pelo deputado federal Marcio Alvino (PR), tendo a seu lado o deputado estadual André do Prado, que o apoiou e o incentivou desde o início, pois faz parte da Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, tem profundo conhecimento das características e necessidades dos municípios paulistas.

 

O primeiro trabalho realizado por Alvino como presidente da frente, foi estruturar um grupo técnico para diagnosticar as principais prioridades na área da saúde em 10 municípios do Alto Tietê, cujo resultado preliminar foi apresentado no evento.

 

Uma das prioridades apontadas, que pode ser um dos motivos para o grande número de internações na região, é a baixa cobertura em atenção básica, abaixo da média do Estado. O Deputado Marcio Alvino ressaltou que, nesse sentido, “o prefeito de Guararema, Adriano Leite, por exemplo, tem um grande desafio: a construção do hospital, que na realidade proporcionará um atendimento regional e contará com o apoio irrestrito da Frente”.

 

Outras demandas apontadas, que deverão ser objeto de trabalho da Frente, são as altas taxas de mortalidade infantil, pois faltam leitos obstétricos em números adequados para atender às gestantes, assim como a morosidade no tratamento de pessoas portadoras de câncer, vez que existe um déficit de três unidades de serviços para atender os 900 novos casos aproximados por ano.

 

Foi salientado pelo deputado federal que os trabalhos iniciaram no Alto Tietê por ser a região de onde veio, entretanto a Frente foi idealizada para atender todo país, haja vista que é composta por deputados de diversos estados, entre eles os deputados federais Miguel Lombardi, Paulo Freire, Vinícius Gurgel, Marcelo Aguiar e Altineu Côrtes, que fazem parte da mesa diretiva e querem levar para suas regiões o mesmo trabalho.

 

As autoridades presentes, puderam visualizar nas suas cidades os problemas que foram apresentados, pois além dos mencionados acima, foi apontada uma necessidade urgente de mais 157 máquinas para tratamento de hemodiálise, uma demanda reprimida de aproximadamente 3.500 cirurgias ortopédicas e a falta de atendimento integral a portadores de deficiências, que hoje só podem contar com as seis APAEs e uma AACD na região.

 

Ficaram bem evidenciadas também a importância e fragilidade das cinco Santas Casas, que juntas somam uma dívida aproximada de R$ 50 milhões e que em 2015 foram responsáveis por mais de 20 mil internações e 1,6 milhão de procedimentos. O que corrobora ainda mais para o colapso dessas entidades são a dificuldade para a reposição de equipamentos e a defasagem da tabela SUS. Nesse aspecto, o deputado enfatizou no evento que ajudará as entidades nos 4 anos do seu mandato.

 

Estiveram presentes, no lançamento da Frente, além do deputado estadual André do Prado, vários prefeitos, vereadores, secretários municipais de Saúde do Alto Tietê e regiões próximas, como Vale do Paraíba, líderes partidários e representantes de entidades de saúde, bem como outros deputados federais signatários da frente, Antônio Goulart, Capitão Augusto, Remídio Monai e Anderson Ferreira, o que demonstra a grande expressividade do tema no cenário nacional.