Acompanhe nas redes sociais

blog

16

| maio

2016

DEPUTADO FEDERAL MARCIO ALVINO LANÇA FRENTE PARLAMENTAR MISTA PARA INVESTIMENTOS FEDERAIS NA EDUCAÇÃO

A Frente Parlamentar tem o propósito de buscar investimentos para educação pública em todos os seus níveis, através de projetos que visem o desenvolvimento dos educandos. O lançamento da Frente Parlamentar para Investimentos Federais na Educação foi realizado na tarde da quarta-feira (11/05), na Câmara dos Deputados em Brasília.

 

O deputado federal Marcio Alvino (PR), idealizador da frente, presidiu os trabalhos juntamente com o deputado estadual André do Prado. Segundo Marcio Alvino, o intuito da frente é diagnosticar as necessidades, restrições e dificuldades dos educandos de ingressar e permanecer em instituições de ensino; buscar alternativas que reduzam a população, especialmente de jovens, cuja oportunidade de frequentar uma Universidade Pública seria relevante, mas por não terem condições de manterem os gastos de moradia em uma cidade distante da sua residência, acabam não cursando o ensino superior.

 

Composta por 209 deputados federais e 15 senadores da república, o evento contou com a presença das deputadas federais Brunny, Geovania de Sá e Christiane Yared e do deputado federal Miguel Lombardi; dos prefeitos Carlos Taino (Inho) de Biritiba Mirim, Elzo de Souza de Igaratá e Adriano Leite de Guararema; vereadores, secretários municipais, líderes partidários, professores e profissionais ligados ao tema da região do Alto Tietê e Vale do Paraíba.

 

Os principais objetivos da Frente Parlamentar para Investimentos Federais na Educação são: – Buscar alternativas que reduzam a população, especialmente de jovens, cuja oportunidade de frequentar uma Universidade Pública seria relevante, mas por não terem condição de manter os gastos de moradia em uma cidade distante da sua residência, acabam não cursando o ensino superior; – Sugerir mecanismos que aumentem as formas de inclusão da pessoa com deficiência no ambiente escolar em todos os níveis, inclusive através de atendimento educacional especializado através de salas de recursos multifuncionais, classes, escolas ou serviços especializados, públicos ou conveniados; – Acompanhar a tramitação e propor matérias na Câmara dos Deputados e no Senado Federal que tratem de investimentos federais na educação, sobretudo os que tiverem relação com o Plano Nacional de Educação (PNE); – Estimular e valorizar a participação da sociedade nas discussões sobre a importância do acesso aos equipamentos escolares.

 

A senhora Maria de Lourdes Masiero Lamim, Secretária Executiva da frente, apresentou o diagnóstico realizado nos últimos meses que identificaram as principais deficiências no ensino para os municípios, onde foi apresentado: a falta de creches e vagas para crianças de 0 a 3 anos; a falta de infraestrutura nas escolas públicas; a baixa escolaridade de adultos na região do Alto Tietê; a política e a prática no atendimento à pessoa com deficiência no país; a má formação e falta de formação continuada de docentes; e a alta evasão escolar nos últimos anos do ensino básico.

 

Dentre os dados apresentados, é importante destacar que a região do Alto Tietê tem um déficit de 9.000 vagas em creches, ou seja, 28% das crianças de 0 a 3 anos não tem acesso a sua vaga garantida por lei no ensino infantil. Na outra ponta, outro número preocupante é a escolaridade dos adultos da região; 63% possuem até o ensino fundamental ou não são nem alfabetizados; uma pequena parcela da população, 8% possui ensino superior. Sabendo da importância da educação para formação do cidadão, o deputado Marcio Alvino com os demais parlamentares que compõe a frente, ligadamente a equipe técnica, está comprometido no desenvolvimento dos trabalhos que visam a captação de investimentos federais para educação e ressalta: O Alto Tietê carece de maiores investimentos na educação em todos os níveis, na educação básica que abrange desde a creche até o ensino médio, bem como a instalação de uma universidade federal para a região.